Comex

DIS PIORAM À TARDE E INDICAM CHANCE DE SELIC SUBIR 1 PP EM AGOSTO E SETEMBRO


O tom mais firme do Banco Central em relação à inflação e ao aperto monetário determinaram o rumo dos ativos domésticos hoje, sobretudo dos juros futuros e do real. As taxas curtas dos DIs, que acumularam ainda mais prêmios à tarde devido à piora externa, passaram a indicar chances majoritárias de alta de 1 ponto […]


Read more

NA VÉSPERA DA SUPER QUARTA, DÓLAR CAI COM FLUXO, DI DESINCLINA E BOLSAS FICAM DE LADO


Um dia antes das decisões-chave de política monetária dos bancos centrais do Brasil e dos Estados Unidos, o investidor optou pela cautela em boa parte da sessão aqui e lá fora, evitando apostas mais firmes nos preços dos ativos. Do meio da tarde adiante, contudo, um fluxo de entrada de recursos fez a história mudar […]


Read more

VACINA E MP DA ELETROBRAS AJUDAM REAL, A DESPEITO DE CAUTELA ANTES DE FED E COPOM


Apesar do exterior misto, o comportamento dos ativos brasileiros foi majoritariamente positivo nesta segunda-feira, impulsionados pelo noticiário local positivo. A começar pelo anúncio, ontem, de que o governo de São Paulo vai antecipar em 30 dias a vacinação no Estado, com a primeira dose sendo aplicada até 15 de setembro. Além disso, também ajudaram perspectivas […]


Read more

CAUTELA PREDOMINA ANTES DE FED E COPOM, JUROS E DÓLAR SOBEM, COM BOLSA EM QUEDA


A cautela predominou sobre os mercados globais nesta sexta-feira que antecede uma semana importante para os investidores, com reuniões de política monetária do Federal Reserve e do Banco Central do Brasil. E foram justamente informações relacionadas aos preços e à atividade que direcionaram os ativos hoje, com bolsas enfraquecidas em contraposição a dólar e juros […]


Read more

MERCADO RELEVA INFLAÇÃO DOS EUA, MAS PREÇOS LOCAIS E CHANCE DE SELIC MAIOR PUXAM DIS


Se a inflação acima do previsto nos Estados Unidos foi relevada, o que significou bolsas com ganhos e yields dos Treasuries em queda, os ajustes em relação aos preços no Brasil tiveram prosseguimento, com novas revisões em alta para o IPCA e, por consequência, para a Selic no fim deste ano. Assim, o mercado de […]


Read more

IPCA SALGADO E DÓLAR EM ALTA ANTES DE INFLAÇÃO NOS EUA REFORÇAM IDEIA DE SELIC MAIOR


A combinação de IPCA acima das projeções com o dólar se firmando em alta, à tarde, fez aumentar os prêmios embutidos na curva de juros na segunda etapa do dia, com os investidores enxergando um ciclo mais forte de aperto monetário, ainda que as apostas para o encontro do Copom na próxima semana tenham seguido […]


Read more

ATIVOS SE AJUSTAM A POSSÍVEL EXTENSÃO DE AUXÍLIO E IBOVESPA TEM REALIZAÇÃO DE LUCROS


A questão fiscal impôs certa cautela para os investidores em Brasil e acabou impedindo os ativos locais de acompanharem o relativo bom desempenho externo. O Ibovespa foi destaque, ao passar por uma realização de lucros após oito pregões consecutivos de alta e bater recorde nos últimos seis. Depois do resultado do varejo acima do previsto, […]


Read more

BOLSA IGNORA CAUTELA EXTERNA E LOCAL, BATE RECORDE E TEM MELHOR SEQUÊNCIA DESDE 2018


Se o exterior misto e a agenda pesada de indicadores nos próximos dias deixaram o dólar volátil e colocaram os juros futuros em alta, o Ibovespa deixou de lado qualquer cautela, voltando a renovar máxima histórica de fechamento. Além disso, ao completar o oitavo pregão consecutivo de ganhos, emendou a melhor sequência desde fevereiro de […]


Read more

PAYROLL MAIS FRACO REFORÇA ESTÍMULOS, IBOVESPA BATE RECORDE E DÓLAR E JUROS TOMBAM


O payroll decepcionou pelo segundo mês seguido em maio, mas o que indica um mercado de trabalho menos pujante do que o antecipado nos Estados Unidos também significa, por outro lado, que o Fed deve ter menos urgência em iniciar a retirada de estímulos por lá, diante do peso que costuma dar à variável emprego […]


Read more

PIB MELHORA PROJEÇÕES PARA O ANO, LEVA BOLSA A RECORDE E COLOCA DÓLAR EM R$ 5,14


O PIB mais forte do que o previsto no primeiro trimestre de 2021 deu origem a uma série de revisões em alta para o crescimento da economia neste ano, o que elevou o apetite por ativos brasileiros. A combinação dessa melhora de percepção em relação ao País com um mercado externo majoritariamente positivo fez o […]


Read more

Abrir Chat
Precisa de algo, estou aqui!
Olá,
Podemos ajudar?